sexta-feira, 13 de maio de 2011

Deus não se importa com o meu sofrimento?

Tenho certeza de que você alguma vez já fez esta pergunta. Talvez diante de alguma situação que você enfrentou ou talvez quando você simplesmente fez uma retrospectiva na sua vida. Você talvez tenha chegado à conclusão de que toda a sua história foi marcada por dificuldades e insucessos.
De repente, se a sua vida se transformasse num filme seria classificado na categoria "Drama". Peguei pesado demais? Ok. Talvez então seja categoria "Aventura". Deixa pra lá.... talvez seja mais fácil dizer que sua vida nunca se encaixaria na categoria "Comédia"...ou então talvez seja comédia para os seus inimigos. Ou seja, não tem para onde escapar. A realidade bate todos os dias à nossa porta nos convidando a enfrentar os problemas e desafios de cada dia. O que faz a diferença é a forma como encaramos estes problemas e estes desafios.
Vamos aprender uma lição com um texto muito conhecido da Bíblia?
Em lemos Mc 4.35 lemos que Jesus estava em Cafarnaum e, após despedir uma grande multidão, Jesus entrou em um pequeno barco para atravessar o Lago da Galiléia. Uma travessia de aproximadamente 10 km. Depois de um exaustivo dia de trabalho, Jesus deitou-se para dormir na popa do barco. De repente sobreveio uma forte tempestade, o que era muito comum naquela região. Apesar de estarem acostumados a enfrentar tempestades naquela região, os discípulos ficaram desesperados. A situação era extremamente perigosa e adversa. Outro detalhe que vale a pena mencionar era o fato de que Jesus estava a bordo daquele barco. Os discípulos estavam acostumados a ver milagres acontecerem a todos os momentos. Eles sabiam que Jesus Cristo tinha solução para qualquer tipo de situação!

O que será que se passava na cabeça daqueles homens? Será que pensaram na possibilidade de Jesus morrer afogado? E o plano de Deus? Será que de repente o grande plano da salvação, aquele que Jesus Cristo anunciava de forma tão veemente não estava em risco? Talvez pensassem. Será que Deus não está vendo que o seu filho está correndo perigo no meio desta tempestade? Já pensou, o Filho de Deus, que nasceu para resgatar o homem do pecado agora exposto à uma situação de perigo tão intensa que poderia arruinar o plano de Deus? Parece absurdo, não é? Os discípulos nem refletiram sobre isto senão não teriam acordado a Jesus de forma tão desesperada: "Mestre, acorda! Não te importa que morramos todos afogados?" ou então, em outras palavras: "Senhor, estamos quase morrendo afogados e o Senhor não está nem aí?". Parece mais chocante agora não é?
Ás vezes é exatamente assim que agimos diante das situações que enfrentamos. Perguntamos a Deus: "Senhor, não estás vendo o que está acontecendo comigo?" " Não te importa que eu esteja sofrendo desta forma a tanto tempo? Não percebes que estou exposto aos perigos da vida e posso até morrer? Estou cansado de lutar e o Senhor nem liga pra mim? Todos os que estavam comigo me abandonaram e agora que estou sozinho não posso nem contar contigo?"
Estas são frases comuns e talvez você se identifique com alguma delas.
Voltando à história..... Jesus Cristo levanta-se e simplesmente ordena; "Vento aquieta-te".... e virando para os discípulos diz: "Viram...é fácil. É só ordenar que eles obedecem. Porque vocês são tímidos? Ainda não tendes fé? Vocês não viram quantos milagres foram feitos todos estes dias? Precisavam realmente me acordar só para isto?"
Exatamente neste ponto eu identifico o que mais me intriga neste texto. Quando o vento se acalmou os discípulos perguntavam entre si; "Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?"
Como assim, quem é este? Eles não sabiam quem era Jesus? Não conheciam do que ele era capaz? Não estavam cansados de ver milagres extraordinários acontecerem a todos os instantes? Ainda não sabiam que estavam diante do próprio Filho de Deus? São perguntas que não vamos ter como responder mas podemos concluir uma coisa. Diante de certas situações na nossa vida também procedemos da mesma forma. Esquecemos das coisas que Deus é capaz de fazer. Duvidamos do potencial da nossa oração. Nos esquecemos que Jesus está no nosso barco e que Deus jamais vai colocar os seus planos em risco.
Será que diante de tudo isto você já tem condições de responder a pergunta feita no início da nossa conversa?
Aí vai: Deus não se importa com o meu sofrimento?
Eu aprendi que Deus não atende ao nosso sofrimento mas está todo o tempo pronto a atender ao nosso clamor. Aprendi que Deus não se importa quando estamos correndo perigo mas esta sempre está disposto a nos livrar quando confiamos inteiramente em sua proteção. Aprendi que os nossos lamentos não chamam a atenção de Deus mas que Ele está sempre pronto a nos ouvir quando queremos abrir o nosso coração e falar a respeito dos nossos sentimentos.
Como fazer então diante das tempestades da vida?
Não entre em desespero, creia que as promessas de Deus na sua vida vão se cumprir. Basta esperar o tempo certo. 
  1. Não murmure diante das circustâncias, conte a Deus o que aflige o seu coração. Fale a Deus a respeito dos seus sentimentos. Ele vai compreender você.
  2. Não lamente diante de fatos que não aconteceram da forma como você esperava. Creia que "todas as coisas contribuem para o bem dos que amam a Deus e são chamados para o seu propósito" ((Rm 8.28)
  3. Não desista dos seus planos. Creia que nada escapa ao controle de Deus, ou seja, tudo o que acontece na nossa vida tem um propósito e está perfeitamente sob controle de Deus.
  4. Não abra mão dos seus sonhos. Mantenha uma atitude positiva diante de qualquer circunstância. Deus não pode contar com pessoas que desistem facilmente dos seus sonhos.
Eu poderia escrever uma lista imensa de atitudes que você deve tomar para nem pensar em desistir, mas acho que já está bom. Existem mil motivos pra você seguir em frente. Deus quer te ver de cabeça erguida.

Abraço.

Pr Helio Morais

7 comentários:

  1. Hoje particulamente me perguntei algumas vezes: onde estão os meus sonhos? Não sonho! É errado simplesmente não esperar mais que os sonhos que um dia sonhei aconteçam...Sofri tanto pelos sonhos que foram extraviados...que hoje me pergunto isso: cadê....Cadê meus sonhos??? Eram todos só na minha imaginação...onde errei?????

    ResponderExcluir
  2. Tempos dificeis em minha vida, me distruiu na bolsa de valores...sonhos meus foram arrancados de mim, me deixando apenas angustia e sofrimento...minha esposa não sabe de nada, mas estou falido...estou com muito medo e fragil...não há espaço em meu coração pra tamanha dor...só peço sepuderem..orar por esse desconhecido......Carlos

    ResponderExcluir
  3. Querido Carlos... Li a sua mensagem e fiquei comovido. Não tenho como dirigir-lhe uma palavra de orientação neste canal aberto, entretanto o meu coração ficou sensibilizado pelo seu depoimento e gostaria de dizer que vc pode contar com nossas orações. Creia que eu sei o que vc está passando e sentindo. Tenho fortes experiências pessoais com este tipo de situação. Espero ter notícias suas em breve. Abraço. Pr Helio Morais

    ResponderExcluir
  4. bobagem deus é como qualquer pessoa esta de costas e não oferece ajuda tem sempre que pedir para mostrar que é deus é como pedir ajuda a qualquer pessoa a diferença é que ele pode e não faz sem ter que pedir. nem que seja só pra ajudar um pouquinho

    ResponderExcluir
  5. Deus nao se importa com nada e com ninguém. Esqueçam esta bobagem de rezar, etc... Porque no fim ele nao fará nada a seu favor, nada mesmo. Se ele fosse justo e se importasse nao permitiria tantos inocentes sofrerem sem parar e tantos safados se darem bem em tudo.
    Bem, esta eh minha opiniao baseada no que vejo na vida.

    ResponderExcluir
  6. Uma figura que quer ser louvado o tempo todo e que nada faz para melhorar as mazelas humanas nada mais é que um narcisista egocêntrico. Deus é vaidoso, gosta de confete e não liga a mínima pros insetos que rastejam no chão que ele deu pra gente andar. Deus é um brincalhão com muito poder e todo o tempo do mundo. Acho que ele está entendiado e o nosso sofrimento é a sua diversão.

    ResponderExcluir

Que legal receber seu comentário!