sexta-feira, 17 de junho de 2011

Cedro do Líbano: Um lugar de Sonhos.

Sempre gostei de viajar durante as férias. As minhas filhas sempre tiveram assuntos de sobra para escrever aquelas tão famosas redações que as professoras pedem no retorno às aulas: "minhas férias". Desta vez resolvi fazer algo diferente: dedicar minhas férias para servir a Deus. Entre tantas atividades programadas reservei um dia para visitar o Cedro do Líbano, uma instituição que cuida de crianças carentes na Zona Sul de São Paulo.
Eu poderia fazer aqui uma descrição das atividades e como funciona o Cedro do Líbano mas não faz sentido se eu posso apenas indicar o Link acima e você poderá conhecer esta obra tão encantadora em todos os detalhes.
Decidi então definir qual a impressão que tive quando cheguei ao Cedro. O nome por si só já indica a visão desta obra. Um lugar imponente que faz jus ao nome: Cedro do Líbano. Fui recebido com muito carinho pela Diretora, minha amiga Sandra que, apesar de das muitas atividades e agitação diária tão intensa para conseguir dar conta de administrar um lugar tão impressionante, foi me receber no portão. Assim que entrei percebi algo diferente, a alegria dos funcionários no desempenho de suas atividades era algo contagiante. Havia um clima de paz e tranquilidade inacreditável. Era possível ouvir o canto dos pássaros que desfutavam da tranquilidade e das grandes árvores que enfeitavam a entrada principal. Uma coisa me intrigou: como poderia um lugar que abrigava mais de 2000 crianças estar em total silêncio em plena luz do dia às 11:30 da manhã? Depois fui entender que era a hora do descanso das crianças logo após o almoço. Assim que chegamos fomos conhecer as instalações do Cedro. A cada passo que dava percorrendo a enorme área que abriga o Cedro, o meu coração se encantava ainda mais. Tudo havia sido planejado e funcionava na mais perfeita harmonia. Demoramos mais de uma hora para visitar os diversos departamentos que foram cuidadosamente montados para atender à necessidade de crianças e adolescentes. Você consegue imaginar um cozinha especialmente montada para cuidar de crianças com menos de um ano de idade? Achei lindo ver uma prateleira repleta de mamadeiras, eram centenas. Que coisa linda. Enquanto percorria os diversos corredores e prédios da instituição eu me perguntava: onde estão as crianças? O que devem estar fazendo agora? Foi quando me deparei com a primeira sala totalmente dedicada a elas. Logo no corredor, próximo a porta, vi uma enorme quantidade de minúsculos sapatos, de todas as cores, perfeitamente alinhados e aos pares. A irmã Sandra me convidou a levantar os olhos e contemplar o interior da sala através de um vidro que havia na porta.
Não pude conter a emoção, as lágrimas vieram aos meus olhos. O Piso daquela enorme sala estava forrado de colchões onde repousavam as crianças que dormiam como anjos. Virei-me para a irmã Sandra e senti vontade de abraçá-la. Agora eu podia entender a paixão que ela sempre demonstrou quando falava do Cedro.
Consegui então definir qual a percepção que tive do Cedro. Se eu fosse o criador de um slogan eu o definiria como "Um lugar de sonhos".
Um almoço nos esperava no refeitório da diretoria. Era o mesmo cardápio oferecido às crianças. Impressionante. Que delícia.
Parabéns aos funcionários, colaboradores, mantenedores, diretoria e todos os envolvidos por tão grandiosa iniciativa.
Muito obrigado ao Dr Jamil Mattar e à Sandra por me proporcionarem um dia tão especial.
Se vocês acharem que exagerei em algum ponto, perguntem à Diná.

Abraço a todos. 

Pr Helio Morais

3 comentários:

  1. PUXA PASTOR QUE LINDO!!!Concerteza vc não deve ter exagerado em nada...O trabalho com crianças é lindo e quando feito com amor e mais bonito ainda...Parabéns aos responsáveis por esse trabalho!!

    Gisele Nascimento

    ResponderExcluir
  2. Somente servos de Deus tem tanto amor para dar a estas crianças! Deus abençoe a todos!


    Samirinia

    ResponderExcluir
  3. Lugar de sonhos... Deus é LINDO!!! e torna singelas atitudes em GRANDES FEITOS! Deus abençõe a todos os seus servos!

    Clarice.
    (curiosa!)

    ResponderExcluir

Que legal receber seu comentário!