quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O que significa ser diferente?

Você já parou pra pensar o que significa ser diferente? Existem muitas formas de encarar isto. Basicamente podemos dividir em dois grandes grupos: sentido positivo e sentido negativo. Vou explicar. Quando falamos do sentido negativo nos referimos às diferenças que podem expor uma pessoa à situações vergonhosas, diferenças que provocam o bulling, por exemplo. Quando falamos no sentido positivo estamos falando de pessoas que se destacam ou procuram se destacar justamente por serem diferentes, por possuírem  "algo a mais" que os outros, uma habilidade, um dom, etc.Já ouvi algumas vezes a expressão "precisamos fazer a diferença". Mas o que isto significa? Para ser diferente, ou fazer a diferença, basta apenas querer? A resposta é óbvia: claro que não. Se queremos fazer a diferença, temos que ser diferentes, temos que fazer algo diferente, fazer algo a mais, algo que possa surpreender aqueles que estão à nossa volta. 
Como assim? Perceber este tipo de situação significa fazer um exercício constante de procurar inovar, surpreender, superar expectativas, etc.  O problema não está aí. O grande desafio é: como ser diferente sem quebrar as regras? Como inovar sem ultrapassar os limites? Como avançar sem ultrapassar as barreiras? Podemos aplicar este conceito à todas as áreas da nossa vida, no trabalho, na escola, na faculdade, no convívio familiar, entre os amigos e, inclusive na nossa vida espiritual? Vida espiritual? É... isso mesmo. Teremos que refletir um pouco sobre isto. 
Ao longo do tempo as coisas vieram evoluindo, tempos modernos, tecnologia, novas formas de comunicação, novos conceitos, novas abordagens, etc. O comportamento cristão sofreu uma modificação significativa ao longo dos últimos anos. O estilo de música, a forma de se vestir, a forma de falar, são apenas alguns exemplos de coisas que foram mudando. Aos poucos fomos nos adaptando e nos acostumando à estas mudanças. Mas até onde podemos chegar sem "removermos os marcos antigos"? (Pv 22.28) Até onde podemos chegar sem perder a essência da mensagem cristã? Como utilizar um vocabulário moderno, de fácil entendimento, que alcance os jovens, as crianças, sem se a linguagem se torne uma linguagem vulgar? Conheço algumas pessoas (você também deve conhecer) que perderam a essência, que perderam as raízes. Obviamente, ser diferente não significa seguir um estereótipo, imitar uma forma de falar, etc. Estamos vivendo épocas em que precisamos quebrar paradigmas mas não podemos perder as raízes. Este é o grande desafio daqueles que vão se destacar: quebrar os paradigmas sem perder as raízes. Precisamos definir novos padrões sem perdermos a visão. Parece muito vago? Então acho que precisamos de um referencial. Depois de pensar bastante e refletir sobre o perfil de grandes homens de Deus, cheguei a conclusão que a melhor pessoa para nos mostrar como ser diferente e enfrentar situações inesperadas sem perder o foco é José, mais conhecido como "José do Egito".
Se a vida de José fosse um filme, com certeza seria classificado na categoria "drama", entretanto ao final da história percebemos que trata-se de um exemplo de determinação, confiança, superação e acima de tudo de fé. Ele sabia que em todo o tempo Deus cuidava do seu futuro, que seus sonhos não seriam esquecidos, que Deus era fiel para cumprir as promessas e realizar os seus sonhos, todos eles. José viveu longe de sua terra, longe dos cuidados do seu pai, perdeu o contato com a sua cultura mas jamais se esqueceu de suas raízes. José era uma pessoa diferente. Ser diferente significa às vezes ser incompreendido, desconsiderado e até rejeitado... significa ter que superar barreiras que muitas vezes machucam... mas ser diferente é uma virtude.
Se Deus te chamou pra fazer a diferença, tente ser diferente. Permita que Deus possa te usar da forma como você é, com todos os seus defeitos e virtudes. Mas seja sincero, leal, fiel porque no final das contas é isto quinteressa, a sinceridade. Deus conta comigo e com você para brilharmos em um mundo ofuscado por interesses pessoais.
Não tenho como discutir aqui todos os aspectos da vida deste grande homem, quero apenas expressar que o admiro e encorajar você a ler a biografia de José. Você vai se surpreender com a visão e inteligência deste grande herói do Antigo Testamento.

Abraço


Veja outros temas:


4 comentários:

  1. nobre momento de reflexão...achei muito relevante o artigo...esse nosso mundo pós moderno...abraço Pr Helio!

    ResponderExcluir
  2. Não tive a oportunidade de participar da pregação, mas quando cheguei no finalzinho já pude sentir o mover de Deus.. Linda mensagem Pastor, que a cada dia que se passa nos possamos aprender e entender que nascemos assim, DIFERENTES =)

    Mariana Barbosa

    ResponderExcluir
  3. naaaaaaaaaaaaaaaadaa haveeeeeeeer

    ResponderExcluir

Que legal receber seu comentário!