sábado, 23 de março de 2013

Restabelecendo o Princípio da Obediência

Como Deus mantém a ordem no universo? Como Deus controla a natureza, impõe limites, estabelece leis e as regula de forma que o mundo não entra em colapso?
Enquanto lia o Livro "Autoridade Espiritual" (Watchman Nee - Editora Vida) me deparei com algumas verdades que, apesar de conhecê-las, jamais havia me deparado com a abordagem que me chocou profundamente.
Me lembrei das aulas de Termodinâmica na faculdade quando aprendi na "segunda lei da termodinâmica, a qual estabelece que a entropia tende a aumentar em um sistema isolado" (Fonte: Wikipedia). Em outras palavras, o universo caminha para o caos absoluto onde a energia tende a dissipar-se para alcançar uma condição de equilíbrio até que isto provoque a "morte térmica do universo".
Pensei comigo: "Foi isto mesmo que Deus projetou para a sua criação? Um final caótico onde toda a vida cessaria por uma dissipação incontida da energia criada por ele mesmo?"
Isto poderia render belíssimas discussões e controvérsias levando-se em consideração toda a teoria envolvida neste tão complicado assunto.
Nada disto entretanto interessa agora, basta apenas entender que todo o universo e também as suas leis de controle foram estabelecidos e estão sob completo domínio pela "AUTORIDADE DE DEUS".
Quando pensamos assim, entendemos que a autoridade de Deus abrange não apenas o universo físico mas também o mundo espiritual e as relações humanas.
Entendemos inclusive quando a Bíblia nos diz:: "O mundo jaz no maligno (I Jo 5.19).
Tudo isto está ligado à um conceito que aprendemos desde pequenos e que às vezes nos esquecemos com o passar do tempo: o PRINCÍPIO DA OBEDIÊNCIA.
Para compartilhar com vocês o que aprendi na leitura deste tão intrigante livro, gostaria de dividir o artigo em 3 etapas:
1) O esforço para recuperação do Princípio da Obediência
Seria o mesmo que "colocar a casa em ordem" começando por nós mesmos. Caberiam aqui algumas perguntas: Será que conseguimos identificar as autoridades estabelecidas por Deus em nossa rede de relacionamentos? Temos facilidade de obedecer às ordens destas autoridades mesmo quando não estão de acordo com nossos valores e convicções?
É preciso entender que a desordem no universo foi estabelecida desde a queda de Adão (Gn 2 e 3). Desde então o homem passou a sofrer as consequências da desobediência à uma ordem direta de Deus e começou a agir pelo princípio da rebeldia.
O homem foi reprovado no teste proposto por Deus para avaliar a sua capacidade de obedecer. E, por incrível que pareça, até hoje erramos neste mesmo ponto. Temos uma dificuldade enorme de obedecer à autoridades, seja ela a autoridade direta de Deus ou às autoridades constituídas.
Isto é manifesto de forma muito clara quando criticamos ou questionamos as autoridades políticas, familiares, eclesiásticas, trabalhistas, etc.
Quando fazemos isto estamos contribuindo para o estabelecimento do caos e infringindo um princípio estabelecido por Deus que é o Princípio da Obediência.
O estabelecimento da autoridade de Deus é feito através de uma verdadeira matriz interligada (teia) da qual fazemos parte não apenas como agentes passivos mas também ativos. Precisamos entender que a ordem apenas pode ser mantida quando trabalhamos no desenvolvimento e maturidade das interfaces dos nosso relacionamento com Deus e com os homens.
Isto faz sentido pra você? Enquanto refletia sobre isto, tudo começou a fazer sentido e me vi envolvido por um planejamento estratégico de Deus para estabelecimento da sua autoridade e também um responsável por fazer o sistema funcionar adequadamente.
É muito fácil criticar quem está no comando, difícil é assumir a responsabilidade e descobrir qual seria a nossa postura se estivéssemos naquela posição lutando contra alguém que está tentando desestabilizar  o sistema.
2) Conhecer e andar sob a vontade de Deus
A vontade de Deus é perfeita. Se conseguimos viver uma vida direcionada pelos planos de Deus, não temos dificuldades de entender e enfrentar os desafios. Compreendemos que "todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" (Rm 8.28)
Aí vai um ponto onde caímos em contradição: como podemos cumprir a vontade de Deus para estabelecimento da sua autoridade se as nossas atitudes contribuem para o estabelecimento do caos?
Como podemos cumprir a vontade de Deus se não conseguimos contribuir com o estabelecimento da ordem de Deus para estabelecimento da sua autoridade? Não podemos dizer que servimos a Deus  e andamos segundo a sua vontade quando na verdade agimos segundo o princípio da rebeldia. Duro isto, não é? Mas é verdade.
3) Viver com sensação de liberdade
Estranho? É verdade, também achei estranho quando escrevi o tópico. Não temos que fazer julgamentos constantes sobre o bem e o mal quando cumprimos a vontade de Deus. Simplesmente temos que obedecer estarmos sujeitos à sua autoridade.
Quando nos submetemos à autoridade de Deus e entendemos o nosso papel na rede de relacionamentos estabelecida por Deus, compreendemos o propósito de Deus para cada situação que vivemos. Às vezes esta compreensão não é imediata. Eu diria que, para ser bem sincero, os propósitos de Deus quase nunca são claros à primeira vista. Temos muita dificuldade de aceitar certas coisas e entender certos acontecimentos. Cuidado, isto pode ser um teste à nossa obediência.
Isto então explica a sensação de liberdade: não temos que nos preocupar com as circunstâncias ou as turbulências que afetam o nosso dia-a-dia, basta apenas reconhecer que a mesma autoridade que rege o universo também controla a nossa vida.

Aí vão algumas dicas de Watchman Nee:

a) Tenha um espírito de obediência
b) Pratique a obediência: alguns indivíduos são como selvagens que simplesmente não conseguem obedecer. Mas aqueles que são educados não se sentem embaraçados onde quer que sejam colocados. Naturalmente vivem a obediência.
c) Aprenda a exercer a autoridade concedida: aquele que trabalha para Deus não só precisa aprender a obedecer à autoridade mas também deve aprender a exercer a autoridade que lhe foi concedida por Deus em sua rede de relacionamentos.

Abraço,


Nota: o texto com as letras em Itálico foi extraído do Livro "Autoridade Espiritual" de Watchman Nee (Editora Vida) traduzido do original em inglês "Spiritual Authority" (Christian Fellowship Publishers, Inc.)


Veja outros temas



3 comentários:

  1. Nós do Blog-Site BÍBLIA TUDO+, visualizando alguns blogs, encontramos o seu, e lendo seus artigos chegamos a uma satisfação, ótimos conteúdos, gostaríamos de parabenizá-lo é um blog fantástico, e pedir que continue com este foco.. Se desejar fazer parte de nossos amigos virtuais esteja à vontade, decerto que iremos retribuir seguindo também o seu blog. ai esta nosso endereço: biblia-tudomais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caros amigos do BÍBLIA TUDO +, me senti imensamente honrado pelas palavras de elogio e pelo reconhecimento ao nosso trabalho. Logicamente que vamos fazer parte dos amigos virtuais e compartilharmos informações entre os nossos sites. Sintam-se a vontade para publicar os meus posts desde que os créditos sejam mantidos. Obrigado e até breve...
      Helio Morais

      Excluir
  2. Gostaria de agradecê-lo pelo excelente artigo, que veio reforçar a aula de hoje na IEB !

    ResponderExcluir

Que legal receber seu comentário!